VEREADOR E PRESIDENTE DO SINTEAC REALIZA VISITA AS ESCOLAS DO MUNICÍPIO.

Na tarde desta terça-feira(24), a diretoria do Sinteac, realizou uma visita de rotina nas escolas do município de Tarauacá, na qual pode-se constatar alguns problemas relacionados a merenda escolar, onde unanimemente os gestores reclamaram da quantidade insuficiente de alguns produtos é o caso do óleo, farinha, bolacha etc… Salientaram que quando chegam alguns produtos, há a falta de outros, e assim por diante, atraso nas entregas, e que em virtude disso não está sendo capaz de se cumprir o cardápio, disseram ainda que, não há um transporte para entregar esses produtos e que a escola tem que se virar para transportar a merenda do setor de alimentação escolar até a escola, concomitante à isto, houve a reclamação grave da entrega de produtos vencidos exemplo(leite e trigo). 
O presidente do Sinteac Lauro Benigno e a diretoria presenciaram de perto a reforma da escola Rilza Daniel e observaram que a reforma está a todo vapor, no entanto, houve um questionamento por parte da direção, de que alguns locais que precisam de reparos, não estão no projeto e que a obra poderá ser prejudicada em virtude deste. Ficou acertado que a direção da escola juntamente com o SINTEAC e o vereador irão junto a SEME e Prefeitura a inclusão destas necessidades no projeto.
Houve ainda uma vista a escola Valdina Torquato no Bairro Triângulo, lá o questionamento foi sobre o porquê que ainda não houve a mudança para o novo prédio, tendo em vista que este já está pronto há alguns meses. O diretor Junior Nascimento disse que este se dar em virtude da ainda não conclusão do muro, e instalação de ares condicionados, sendo que a prefeitura justificou que este está em processo de licitação. O mesmo questionou que a prefeitura está retirando uma parte do terreno da escola para construção de outro prédio, e ele não entende o porquê, tendo em vista se tratar de parte do terreno da escola e que no futuro a escola irá utilizar para ampliação e ou construção de um espaço de lazer, disse ainda que a comunidade não irá aceitar, essa tal doação desta área.
O vereador Professor Lauro Benigno, mostrou-se bastante sensibilizado com as questões levantadas, principalmente no que se refere à alimentação escolar, sendo que a escola alem de todos esses problemas aqui levantados, pode-se observar a também a situação insalubre, e de desrespeito total aos alunos e funcionários daquela instituição. O sindicalista comprometeu-se em abrir um canal de conversação entre Seme , Sindicato e prefeitura para assim buscar uma solução para estes problemas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *